sábado, 15 de dezembro de 2012

Quando Começamos a Nos Perder



Quando achamos que somos mais importantes do que os outros,
Quando achamos que, ao fazer somente aquilo que nos pedem,
o mundo vai melhorar ,
Quando colocamos os valores materiais sempre à frente dos demais,
Quando achamos que o mais importante é vencer na vida,
Quando, para isso, colocamos de lado nossa família e amigos,
Quando o dinheiro se tornou nossa única meta,
Quando achamos que poder é ter dinheiro;
Quando pensamos que tudo que acontece na nossa vida é azar,
Quando pensamos sempre negativamente,
Quando achamos que estamos sozinhos,
Quando não somos capazes de pedir ajuda, ...

Aí começamos a nos perder....

Porque esquecemos que temos que dar um pouco mais de nós,
crescer,  perdoar, criar, amar, além do comum, do ordinário, a
final nós somos imagem e semelhança...... de Deus

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

ARRUME AS GAVETAS (Orlando Nussi)





"Uma vez li alguma coisa a respeito de uma garota
que pedia para a sua avó a solução de um problema grave.
A avó disse:
- Suba, arrume suas gavetas e após fazer isso você terá a solução.
Experimentei perguntar para as pessoas mais velhas se realmente existe uma conexão e perguntei certa vez para a minha avó o que tinha a ver a gaveta com os problemas e ela, muito sabiamente, me falou que a gaveta desarrumada é o espelho da vida, 

então toda vez que você está com alguma coisa bagunçada, alguma área de sua vida manifesta bagunça. Toda vez que você está com alguma coisa desorganizada, essa desorganização se reflete na sua vida.
Lembre-se, você é um reflexo de Deus, um reflexo do universo. Você tem um mundo dentro de si. Sua casa é um reflexo de seus estados emocionais. Se você tem dentro de si reflexo do mundo, quando está desorganizado interiormente, manifesta isto exteriormente. Quando essa manifestação exterior veio antes, você pode reorganizar o seu mundo interno mostrando simbolicamente que está arrumando externamente.
O universo funciona assim: o que está dentro está fora. O que está em cima está embaixo. O que está de um lado está de outro. Então se você lembrar sempre que pode influenciar o interior com o exterior e vice-versa, você tem a chave para a organização total.
No momento em que você limpa a sua gaveta e joga fora aquilo que não presta, está reprogramando simbolicamente o seu interior. É uma das melhores chaves para conseguir serenidade e respostas para problemas muito difíceis.
Aproveite a oportunidade, e arrume suas gavetas. Com certeza vai ajudar você a encontrar solução para muitos de seus problemas."
 

Uma das minhas manias, arrumar gaveta, não sei porque elas estão sempre desarrumadas...

domingo, 2 de dezembro de 2012

Abrace-se!


Simplesmente abrace-se!
Deixe-se permanecer em silêncio nos seus braços.
Para que “Ele”, que tudo vê, tudo sabe,
venha tocar no íntimo da sua alma,
tocar onde ninguém pode ver,
onde o médico não alcança,
os amigos não vêem,
onde só você sente.

Deixe-se invadir por essa alegria,
pela magia do Amor que é muito maior,
que toda às doenças, que todas às dívidas, toda a dor.
Deixe-se envolver pela Esperança,
deixe de ser tão duro, volte a ser criança,
apenas creia!

Há uma energia Libertadora,
uma paz que está no ar, uma revolução,
um mar que se agiganta no seu abraço.
Deixe-se levar pelas ondas desse Poder.
É Deus abraçando-lhe com intimidade,
removendo feridas, rancores, dores,
levando o que não te serve,
renovando a sua vida,
dizendo no aperto desse abraço,
Te amo!
Você é tão importante pra mim!

Abrace-se!
Sinta-se amado, amparado, cercado por anjos,
siga fortalecido, com a certeza da Luz,
nesse doce e terno abraço de Jesus.
 Ele acredita em você!
(Paulo Roberto Gaefke)

domingo, 25 de novembro de 2012

Não peco, não sofro, não amo...

Me fechei num círculo,
agasalhei meus sonhos e os fiz dormir,
já não me toca a beleza das nuvens,
nem o azul do céu,
assim não peco ...
Sinto meu corpo desnudo,
como se não tivesse mais alma,
como se ela há muito tivesse me deixado,
assim não sofro ...
Caminho só, sem companhia,
já não sinto alegria,
já não sei cantar,
assim não amo ...
Meu olhar caminha em meus pés,
meus pensamentos estão sedados,
não peco, não sofro, não amo,
assim não choro ...
(Cecília Carvalho,Cel)
Minha amiga querida. Saudades de você

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

BATOM E FORÇA(II)

De batom, força e sensibilidade,
veste-se de todas as roupas,
para ser cada uma, por vezes, outra, segue.
Sabe dizer os sins, mesmo depois da mágoa,
sabe ser o fim de todo o egoísmo,
sabe  e como sabe ser assim!
Metamorfoses diárias,
de tantos nãos da vida,
de tanta aceitação e beleza.
Supera, estende a mão,
enfrenta-se nas desigualdades,vence!
Senta-se na lua e sonha,
vive príncipes, torna-se  povo e rainha...
Santa adorada, mulher profana, sem linha...
Trilha todos os caminhos,
enfeita-os com seu otimismo,
chora também,
para no momento seguinte ,
ter cara de  flores,
 força de onda brava,
digladiando,
enfeitando o céu com seu sol de vida:
 Ser Mulher!
(Jane Lagares)

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Sonho dos Ratos

     
Era uma vez um bando de ratos que vivia no buraco do assoalho de uma casa  velha. Havia ratos de todos os tipos: grandes e pequenos, pretos e brancos,  velhos  e jovens, fortes e fracos, da roça e da cidade.
Mas ninguém ligava para as diferenças, porque todos estavam irmanados em torno de um sonho comum: um queijo enorme, amarelo, cheiroso, bem pertinho dos seus narizes. Comer o queijo seria a suprema felicidade...
Bem pertinho é modo de dizer. Na verdade, o queijo estava imensamente longe,  porque entre ele e os ratos estava um gato... O gato era malvado, tinha dentes afiados e não dormia nunca. Por vezes fingia dormir.
Mas bastava que um ratinho mais corajoso se aventurasse para fora do buraco para que o gato desse um pulo e, era uma vez um ratinho...
Os ratos odiavam o gato. Quanto mais o odiavam mais irmãos se sentiam. O ódio a um inimigo comum os tornava cúmplices de um mesmo desejo: queriam que o gato morresse ou sonhavam com um cachorro...
Como nada pudessem fazer, reuniram-se para conversar. Faziam discursos, denunciavam o comportamento do gato (não se sabe bem para quem), e  chegaram mesmo a escrever livros com a crítica filosófica dos gatos. Diziam que um dia chegaria em que os gatos seriam abolidos e todos seriam iguais.
"Quando se estabelecer a ditadura dos ratos", diziam os camundongos, "então todos serão felizes"..
 - O queijo é grande o bastante para todos, dizia um.
 - Socializaremos o queijo, dizia outro.
Todos batiam palmas e cantavam as mesmas canções. Era comovente ver tanta fraternidade. Como seria bonito quando o gato morresse!  Sonhavam... Nos seus sonhos comiam o queijo.
E quanto mais o comiam, mais ele crescia. Porque esta é uma das propriedades dos queijos sonhados:
não diminuem: crescem sempre. E marchavam juntos, rabos entrelaçados, gritando:
" o queijo, já!"...
Sem que ninguém pudesse explicar como, o fato é que, ao acordarem, numa bela manhã, o gato tinha sumido.
O queijo continuava lá, mais belo do que nunca. Bastaria dar uns poucos passos para fora do buraco. Olharam cuidadosamente ao redor. Aquilo poderia ser um truque do gato. Mas não era. O gato havia desaparecido mesmo. Chegara o dia glorioso, e dos ratos surgiu um brado retumbante de alegria. 
Todos se lançaram ao queijo, irmanados numa fome comum.
E foi então que a transformação aconteceu. Bastou a primeira mordida.
Compreenderam, repentinamente, que os queijos de verdade são diferentes dos queijos sonhados. Quando comidos, em vez de crescer, diminuem.
Assim, quanto maior o número dos ratos a comer o queijo, menor o naco para cada um.
Os ratos começaram a olhar uns para os outros como se fossem  inimigos. Olharam, cada um para a boca dos outros, para ver quanto do queijo haviam comido. E os olhares se enfureceram. Arreganharam os dentes. Esqueceram- se do gato. Eram seus próprios inimigos. A briga começou. Os mais fortes expulsaram os mais fracos a dentadas. E, ato contínuo, começaram a brigar entre si. Alguns ameaçaram a chamar o gato, alegando que só assim se restabeleceria a ordem. O projeto de socialização do queijo foi aprovado nos seguintes termos:
"Qualquer pedaço de queijo poderá ser tomado dos seus proprietários  para ser dado aos ratos magros, desde que este pedaço tenha sido abandonado pelo dono".
Mas como rato algum jamais abandonou um queijo, os ratos magros foram condenados a ficar esperando..
Os ratinhos magros, de dentro do buraco escuro, não podiam compreender  o que havia acontecido.
O mais inexplicável era a transformação que se  operara no focinho dos ratos fortes, agora donos do queijo. Tinham todo o jeito do gato, o olhar malvado, os dentes à mostra. Os ratos magros nem mais conseguiam perceber a diferença entre o gato  de antes e os ratos de agora.
E compreenderam, então, que não havia diferença alguma. Pois todo rato que fica dono do queijo vira gato.
 "Consegues compreender o que está ocorrendo hoje no Brasil?"
 (Rubem Alves)

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

"Ela é maravilhosa"


"Ela é maravilhosa
Tem um sorriso maroto
O que será que ela tá querendo ? "
É você Isabelle, esta garota com seu sorriso maroto, timido, cheio de charme e segredos. Uma flor que desabrocha, um botão a  transformar-se em rosa, com seu perfume e delicadeza, com seu brilho e elegância querendo chamar a atenção de todos e conquistar os corações.
Cultive seus sonhos, eleve-os o mais alto que você puder, e entregue-os a Jesus, confie Nele, Ele está no comando e todos aqueles que lhe trarão felicidades, serão realizados, pois Ele tem e quer o melhor para você.
Com carinho vovó Acácia

VOCÊ é o MAIOR SONHO de ALGUÉM


Sonhar...
Toda vez que você sonha,
como se sente depois?
Depende do sonho, eu sei...
Mas vamos falar
daqueles sonhos lindos
que você tem, e parece que só você
não consegue realizar.
Seus propósitos são sinceros,
seus desejos perfumados de boas intenções e
mesmo assim, você fica exatamente onde estava:
só no sonho!
Sonhar é tão gostoso quanto amar,
mas também machuca.
Ou você nunca sentiu aquela sensação doída
de querer e não poder?
Ou de pedir e não ter?
Você não é a única a se frustrar
com certas coisas que acontecem
lá no fundo do coração.
Coisas que machucam...
afinal de contas, eu sei,
você sonha miragens e
acaba tendo que viver pesadelos.
E este é o maior problema dos sonhos:
você ter que acordar e sentir, na pele,
a realidade de algo bem pior.
Ver suas lágrimas deslizando
em noites de solidão.
Ver seu espelho denunciando
os anos passando cruelmente rápidos.
Ver que,de repente, seus anseios
mais preciosos da alma
se desmoronaram sob as ondas
de reveses inesperados.
E eu pergunto:
isto aqui é vida? Só isto?
Amiga, viver é muito mais que sonhar.
Viver é realizar sonhos.
E melhor do que sonhar acordada
é despertar para viver cada sonho lindo.
Um sonho seu. Um sonho eterno.
Sabe por quê?
Porque um dia Deus sonhou com você.
E jamais faz parte dos sonhos d’Ele
ver você desiludida,
sem sorrir, ou sem esperança.
Afinal, você é a realização
do sonho de Deus.
E quer saber mais?
A maior prova de que Jesus
sonhou com você está lá
num monte de pesadelos
chamado Calvário.
A cruz é a garantia espetacular
de um Deus que preferiu morrer
a deixar de sonhar com você.
Um Deus que, além de Criador,
será sempre um apaixonado sonhador,
com você sorrindo feliz,
construindo seus sonhos e
vivendo para sempre.
Talvez nem tudo
se realize hoje para você,
mas uma coisa é certa:
o sonho de Deus para sua vida
não é fazê-la ter tudo o que quer,
é leva-la para onde deve ir.
E esse lugar de sonhos
é o Céu – a eternidade sonhada
entre os braços de Jesus.
Lá, e somente lá,
você será plenamente feliz
quanto foi feita para ser.
Será um sonho sem fim
com um Sonhador sem limites.
Na verdade, um sonho eterno
que já começou em você,
antes mesmo de você nascer.
Pois você nasceu para ser feliz.
Nasceu para viver
um sonho de vida...
com Jesus!
( O. A. Fonseca)

Isabelle 15 anos


Um LOUVOR A DEUS ANTES DE TUDOOOO.

Ontem o ALDEIA X TREMEU. O BRASIL inteiro reunido para comemorar o niver da nossa princesa ISABELLE.
Obrigada Senhor por esta noite maravilhosa, em todos os sentidos.
Nossa família é mesmo uma FAMÍLIA ABENÇOADA, FORMADA E ESCOLHIDA POR DEUS.
Obrigada Senhor.